Segue-me | Tumblr

тιago, 18 anos. Um rapaz como os outros que encontra demasiadas coisas por entre as coisas que devem ser notadas. E este é um espaço meu, entre todas as outras coisas.


 


between.




Domingo, 5 de Janeiro de 2014

XV

A relva onde me deixava consumir ao sol com todo o tom moreno da minha pele, reconhecidamente invejável, conseguido em repetidas exposições da mesma natureza também nas areias da minha praia predileta e em margens do rio Vez, amareleceu e está lamacenta. O areal é invadido por vagas enormes que traduzem a revolta do mar, e embora tenha saudades dele, só me é permitida a visão como consolo, jamais o prazer magnânimo de um mergulho, por agora. As margens do rio Vez estarão certamente alagadas e serão só um prolongamento do rio e não o seu limite. E o sol, que a Terra teima em não se querer nutrida pela sua luz muito mais que nove horas por dia, sendo noite quase sempre, quase não o vejo, ainda menos o sinto, porque tempo de chuva, esse, é-o noite e dia. Só me faltará a palidez total e sentir-se-á todo o hemisfério sul invejado por mim.
Inverno, inverno. Quem te quer, minha mão anseia claramente. Minha mão a grande velocidade e de encontro as suas faces geladas por ti certamente.

 


left by тιago às 01:40
link | deixar comentário | favorito
(2):
De Catie ♥ a 6 de Janeiro de 2014 às 15:11
é verdade. um óptimo ano também para ti!!Eu estou bem e tu como estás ? Como sempre o que escreves tem algo de soberbo. Adoro, adoro, adoro.
xx


De sacha hart a 6 de Janeiro de 2014 às 11:34
Mesmo em prosa vejo o mais belo que a poesia tem nos teus textos, há sempre algo de maravilhoso na tua escrita. Achei engraçado o facto de referires o rio Vez, o areal e a relva que me lembram em muito a praia fluvial do Vez onde por vezes vou.
- Claro que me lembro de ti! Não me poderia ter esquecido (:


It exists between us since 22nd July 2011