Segue-me | Tumblr

тιago, 18 anos. Um rapaz como os outros que encontra demasiadas coisas por entre as coisas que devem ser notadas. E este é um espaço meu, entre todas as outras coisas.


 


between.




Sábado, 26 de Novembro de 2011

É.

 

Estive alguns dias afastado do blog, daí não ter respondido a alguns comentários (estou a tratar disso).

As coisas têm corrido melhor e esse aspecto tem me ajudado a aguentar com a exaustão. Tenho tido tanta necessidade de descansar bem, que ainda ontem me deitei antes das 21h. Contudo, tenho me divertido com as coisas do dia-a-dia e tirado proveito das coisas de forma a retirar delas boas energias. Daí me sentir bem. Sinto-me diferente, minimamente mais feliz.

Portanto, o aspecto mais negro do último visual do Between deixou de se identificar comigo. E é por isso que o mudei. Não que este esteja melhor, ou que eu goste mais dele, mas o anterior não fazia mais tanto sentido.

Quanto à música, talvez o seu ritmo remeta a algo triste, mas a versão original já me trouxe e me lembra felicidade. E este cover da mesma forma. E sabem, vou ser muito franco: tenho saudades de estar apaixonado.

 

Agora vá, contem-me coisas.

E desde já, bom fim-de-semana.

 


left by тιago às 20:18
link | deixar comentário | favorito
(93):
De Catii a 28 de Novembro de 2011 às 20:10
Hey , numa coisa tens razão estar apaixonado é uma das melhores sensações mas só quando temos alguma razão ou algo que nos faz ver alegria como a pessoa estar apaixonada por nós também

beijinhos


De copodeleite a 28 de Novembro de 2011 às 20:06
obrigada :)
gosto do novo visual.


De Dii a 28 de Novembro de 2011 às 19:37
Pois, talvez...


De avery. a 28 de Novembro de 2011 às 19:33
you'll find the right girl in the right moment, just wait and let it be.
well, i'll do my best and i expect that's enough.


De Sofia Sequeira a 28 de Novembro de 2011 às 19:30
Se sabe! Era ter de mentir e improvisar desculpas para poder ir sair, aquela adrenalina de encontrar um sítio escondido onde poder estar, sem que os pais dele ou os meus nos vissem (porque os pais dele também não eram de acordo com a nossa relação), fugirmos para a capital para termos a certeza que lá ninguém nos encontrava e sentir a tristeza do "adeus" quando escurecia e sabíamos que tínhamos de nos separar... Foi excelente, mesmo. Com muita porcaria à mistura, da parte dele, mas excelente.


De Sofia Sequeira a 28 de Novembro de 2011 às 19:20
Sem dúvida! E eu não podia ter tido uma relação mais inesperada que esta! Cresci numa família composta maioritariamente por pessoas racistas, principalmente o meu pai, e acabei por me envolver com um rapaz de raça negra, superando todos os olhares tortos na rua e as bocas inconvenientes de toda a minha família. Foram os melhores dez meses de toda a minha vida e foram totalmente inesperados. Nunca pensei que conseguisse enfrentar o meu pai em luta pela minha felicidade.


De avery. a 28 de Novembro de 2011 às 19:12
Thanks for saying that, I never heared it from a boy.
I will, promise.


De Sofia Sequeira a 28 de Novembro de 2011 às 18:55
Sim, é esse receio de me entregar mesmo.
--
Amava-o verdadeiramente, como nunca pensara poder amar-se alguém.


De maraft ♥ a 28 de Novembro de 2011 às 18:52
obrigada :)


De PequenoCachimbo ™ ®© a 28 de Novembro de 2011 às 18:50
sim, mt ano na branca xD'D


It exists between us since 22nd July 2011