Segue-me | Tumblr

тιago, 18 anos. Um rapaz como os outros que encontra demasiadas coisas por entre as coisas que devem ser notadas. E este é um espaço meu, entre todas as outras coisas.


 


between.




Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

XXXIII

Quando Edgar entra na sala de exames, ele mesmo examina a radiologista. Ela é bonita, mas o que a sua bata branca esconde só lhe chega em imaginado. Figura-a despida e a imagem é-lhe agradável. A carência por sexo ou simplesmente por uma paixoneta fá-lo pensar em como seria agarrar-lhe pelos cabelos num momento de êxtase ou cariciar-lhe a face noutro de ternura.
Edgar volta ao presente quando a ouve dirigir-lhe a palavra, mas logo retoma ao plando da imaginação assim que ela lhe diz para despir a camisa. Ele sabe que é um procedimento natural num raio-X à caixa torácica, mas quer ter aquela visão. É uma boa visão. Ele sabe que assim que ele acabar de a desbotoar, ela vai gostar do que vai ver. Ela nota-lhe o corpo musculado, mas não demonstra qualquer apreciação.
Enquanto é feito o exame e Edgar se mantém hirto fixando a parede, ele raciocina no porquê de lhe não chegar o corpo para ter alguém do seu lado. Muito menos para amar alguém. 
E ali é muito óbvio: têm poder para o ver imediatamente o peito por dentro. E ele sabe que outras pessoas sem qualquer aparelho veem-no ainda com maior nitidez e pormenor assim que ele se deixa conhecer. Dentro daquele peito há demasiado vazio.
É por isso que Edgar está sozinho.


left by тιago às 01:56
link | deixar comentário | favorito (1)
(1):
De Irene* a 30 de Agosto de 2014 às 12:49
Talvez o Edgar só precise de encontrar alguém vazio como ele para se preencher :)


It exists between us since 22nd July 2011