Segue-me | Tumblr

тιago, 18 anos. Um rapaz como os outros que encontra demasiadas coisas por entre as coisas que devem ser notadas. E este é um espaço meu, entre todas as outras coisas.


 


between.




Sábado, 4 de Fevereiro de 2012

Party Hard.

'Tonight, we are young.'

 

 

Juntar todos os teus amigos no teu quarto e fazer dele o mundo. Uma luta de almofadas, uma comédia tudo menos romântica, uma festa. Desligar as luzes e, com a música bem alta, ouvir os corações na divisão. Um jogo, muitas gargalhadas e, acima de tudo, o absurdo da felicidade momentânea. E no momento o tempo nem conta. Todos em cima da cama a pinchar feitos mais tresloucados do que são, sem qualquer ritmo comum e indiferentes às quedas repetidas. Pipocas voadoras, os quadros da parede fora dela, muita coisa partida. O calor do amor de amigos. Aquele refrão que todos sabem a letra melhor que o próprio que a canta. Aquela banda que te faz sentir bem. Uns quantos livros atirados pelo ar até que, ao caírem, seja possível ver as suas folhas dançando como páginas livres. A fotografia da tua ex rasgada e pisada. O sentir desnorteado de alguém que ali está contigo esperando que lhe faças companhia na loucura de alguma bebida para maiores de dezasseis. Alguém que acende um cigarro e bate o pé ao som da banda que ouve tocar enquanto olha uma das suas amigas como se pretendesse que ela fosse a mãe dos seus filhos. Dois que se beijam. Outros que tiram quase toda a roupa e apostam ser os primeiros a tirar os boxers. Um canto onde dois se dizem amar. Cabeças pelo ar. Copos pelo ar. Peluches pelo ar. Balões. E isto era apenas o início da louca e poderosa festa. Porque é fascinante ser-se adolescente. A culpa era de cada um deles ou da idade? Na verdade não eram culpados de nada. Desde que todos sejam felizes. Mas quando acordassem e se lembrassem da madrugada passada, eu, pelo menos, teria orgulho em conseguir festejar por viver. Por mais que tudo se resumisse a quatro paredes fantasiosamente limitadoras e que nem tudo fosse bonito de sentir, por mais que houvesse vezes em que se chorasse e se fosse triste, para além de tudo isso, ter a capacidade de ser feliz e pular não é para todos. Mas por um sorriso, acho que devemos. A vida não é uma festa para o qual vais ser sempre convidado; por vezes terás de ser tu mesmo a organizá-la. Portanto, em vez de te lamentares sempre, esquece a parte má da vida através do seu lado bom. Ah, e o teu cão que deixaste à porta, deixa-o entrar.

Ele adora festas.


left by тιago às 21:55
link | deixar comentário | favorito
(87):
De copodeleite a 7 de Fevereiro de 2012 às 20:22
tens razão. nego a verdade dos meus sentimentos... --'


De hope a 7 de Fevereiro de 2012 às 19:39
Eu acho que é melhor acabar com algo que sabemos que não nos vai levar a lado nenhum...


De anne a 7 de Fevereiro de 2012 às 17:54
tinhas? porque raio já não tens?
seria muito mau se teu te pedisse o código do player de música? gosto do facto de se ver o vídeo na barra.


De avery. a 7 de Fevereiro de 2012 às 17:49
sou eu que afasto nelly. e katy. pensa que eu só o faço porque ele é muito próximo de gabry. e pode dar barraca. mas não é isso.


De Tea & Coffee a 6 de Fevereiro de 2012 às 23:12
Foi grande e podia ter acabado melhor também ahahah mas enfim!


De hope a 6 de Fevereiro de 2012 às 21:43
Se essa festa foi verdadeira, digo-te: Porquê que não fui convidada?!?


De copodeleite a 6 de Fevereiro de 2012 às 19:25
nem sei bem o que passa comigo... (se sei, não quero admitir a razão)

--

primeiro, mudaste a versão desta música. é mais lenta! mas gosto também. hehe então para bem da serie é melhor não ouvires xbb


De meninapequenina. a 6 de Fevereiro de 2012 às 18:27
eu adorei isto - como adoro tudo o que escreves.
obrigada.


De maguie. a 6 de Fevereiro de 2012 às 18:15
também gostei :)


De * wild * a 6 de Fevereiro de 2012 às 14:26
Que se passa?

oyéeee, ahah xD


It exists between us since 22nd July 2011