Segue-me | Tumblr

тιago, 18 anos. Um rapaz como os outros que encontra demasiadas coisas por entre as coisas que devem ser notadas. E este é um espaço meu, entre todas as outras coisas.


 


between.




Sábado, 18 de Janeiro de 2014

XVII

Tu não és a minha primeira.
Lembro-me das coisas, penso nas coisas, esqueço as coisas. Ou penso que me esqueço para depois fingir que me lembro, porque acreditar que o sei sempre é admitir um prolongamento no tempo do quão idiota se pode ser e o quanto pode demorar reconhecer isso e tudo o que leva a isso. Não sei, não sei o que é de nós assim, o que é de ti assim. Não sei o que é de ti sem mim, é-te injusto. É-te injusto, sabemo-lo bem. É-o. E que não possamos escolher quem nos deva segurar as duas mãos. E eu ridículo por deixar-me acreditar que eu já não tinha aquele impacto em ti. Frequentemente eu não me vejo com a importância que outras pessoas me dão. É isso. Eu não me vi com a importância que tenho para ti. É por isso. Porém, continuo a querer o mesmo. Quero-te bem.
E eu não serei o teu último.


left by тιago às 22:23
link | deixar comentário | favorito (1)
(6):
De Miguel Alexandre Pereira a 24 de Janeiro de 2014 às 22:44
Mais um extraordinário texto repleto de sentimento. Gosto da frontalidade com que escreves. Infelizmente nas relações nem tudo são rosas, cá está um bom exemplo...


De Catie ♥ a 22 de Janeiro de 2014 às 16:14
coisas da vida.....


De Catie ♥ a 21 de Janeiro de 2014 às 19:50
paixão, obsessão, amor, enfim... o que quer que seja habita em mim já à quase 3 anos e não me parece querer sair assim tão cedo


De sweet a 19 de Janeiro de 2014 às 16:51
Que saudades de ler os teus textos.
Adorei como sempre :)


De Catie ♥ a 19 de Janeiro de 2014 às 01:20
ahah , é bem verdade!
concordo perfeitamente contigo, acho que por vezes, talvez por amar em demasia espero demasiado, planeio tudo ao mais infimo pormenor e se algo não corre como imaginei fico super desiludida, triste, magoada e, como disseste, com um vazio... igual à morte


De maguie. a 19 de Janeiro de 2014 às 00:24
É só triste ler isto, mais nada.


It exists between us since 22nd July 2011